Rss Feed
  1. segunda-feira, 3 de janeiro de 2011




    Então, já deu tempo de começar o ano, comemorar, relaxar.
    Eu disse a mim mesma que em 2011 ia organizar melhor o blog e postar regularmente. Não que minhas promessas de ano novo sejam confiáveis de alguma forma, uma vez que na primeira meia hora do ano eu já tinha quebrado metade das promessas da lista que eu botei no post anterior. Mas, não vamos desistir, não é?

    Não me lembro como nem onde eu vi. Suspeito que foi pelo Skoob, ou coisa assim. Sei que achei a ideia legal, de colocar os livros que você leu no ano passado pra todo mundo saber o que você gostou ou não.
    Então, hoje foi o dia marcado pra isso. A lista de blogs que tão participando tá lá no blog Pensamento Tangencial, é só clicar no selo que aparece aqui do lado, pra ver as listas de outras pessoas.


    RETROSPECTIVA LITERÁRIA 2010

    • O livro infanto-juvenil que mais gostei:
    Alice no País das Maravilhas pode ser considerado um livro infanto-juvenil? Pode né? Com toda aquela febre de Alice que começou com o filme do Tim Burton, eu percebi que já tinha visto o desenho animado da Disney e o filme novo, mas nunca tinha lido os livros. Pra ser bem sincera, eu nem sabia que tinham dois livros. Jurava que era um só. Então li os dois. E vou dizer, se o filme (to falando mais do desenho animado) é viagem, o livro é muito mais. O melhor foi rever o desenho e ler o livro, e perceber que usaram coisas dos dois livros, misturadas, e ficou bem compatível mesmo. O livro em si é bom, mas acho que gostei mesmo dele por fazer essa comparação e lembrar de coisas da minha infância que eu não lembrava mais.
    • A aventura que me tirou o fôlego:
    O Senhor dos Anéis, O retorno do Rei. Com certeza. Os outros dois livros eu demorei eras pra ler porque, sabe como é, todos aqueles detalhes que o Tolkien usa, tem que ter calma e paz pra acompanhar tudo. Mas esse eu terminei super rápido, achei bem mais 'aventura' que os outros, e foi o meu preferido também.
    • O terror que me deixou sem dormir:
    Confissão: Não vejo filme de terror, e ainda não me arrisquei a ler um livro. Pronto.
    • O suspense mais eletrizante:
    Nem li suspense. Eu acho. Sou péssima pra categorizar essas coisas.
    • O romance que me fez suspirar:
    A Mediadora, de Meg Cabot. Pronto, eu leio livro de pré-adolescente, me crucifiquem. Ah, cara, mas é legal. Desde os meus 13 anos que leio Meg Cabot e choro de rir com o jeito dela escrever. Aliás, devo a ela o gosto por ler, porque quando eu era mais nova só lia gibi. Comecei a gostar de livros por causa dela.
    • A saga que me conquistou:
    O Guia do Mochileiro das Galáxias. Nossa, foi um dos livros mais inteligentes que eu já vi, e engraçado ao mesmo tempo. Na época que eu tava lendo, aposto que minha mãe, minha irmã Bob me odiavam, porque eu não resistia: ficava lendo trechos pra eles, rindo sozinha quando eles não pegavam as piadas, e falando do livro o tempo todo, mas considerando que só eu tinha lido, era mais um monólogo. Mas eu precisava falar, eu tava apaixonada.
    • O clássico que me marcou:
    Orgulho e Preconceito. Já tinha visto o filme (muito bom também) mas o livro, como sempre, é infinitamente melhor. É escrito num estilo mais clássico, mas não é chato. E é muito bonito, e inteligente.
    • O livro que me fez refletir:
    Acho que Orgulho e Preconceito, por ser um livro clássico, me fazia ficar comparando com coisas atuais, e etc. Me fez refletir, e viajar um bocado também.
    • O livro que me fez rir:
    O Guia, com certeza. Acho que só Veríssimo me faria rir tanto, mas não li nenhum livro dele ano passado.
    • O livro que me fez chorar:
    Nem chorei, e nenhum era triste o bastante pra isso, eu acho.
    • O melhor livro de fantasia:
    O Hobbit. Eu li esse depois que terminei a trilogia do Senhor dos Anéis, então eu meio que sabia um pouco da história. Mas não sei o que mexeu tanto comigo dele. Eu devorei um livro em 3 dias, acho. Foi um livro delicioso de ler, acho que por ser um Tolkien mais objetivo, e claro, sem muitas descrições, daí dava pra você passar uma tarde lendo sem parar e sem ter dor de cabeça, ou ficar voltando as páginas pra lembrar o nome de alguém, coisa que eu fiz muito quando tava lendo A Sociedade do Anel.
    • O livro que me decepcionou:
    Melancia. Não to dizendo que o livro é ruim. Não é. Mas é tipo uma Meg Cabot enjoada. Acho que to sendo precipitada em julgar a autora por um único livro dela que eu li, e provavelmente eu quem fui errada em ler o livro pensando na Meg. Lembro que o começo do livro é muito engraçado, com umas piadas bem bobas mesmo, mas engraçadas. Não sei bem se não gostei do livro porque eu tenho ÓDIO de personagem burra, e essa, desculpem o spoiler, demora MUITO pra dar a famosa volta por cima e pisar em todo mundo que fez ela de imbecil. Eu não tenho essa paciência toda.
    • O(a) personagem do ano:
    Elizabeth Bennet (Orgulho e Preconceito), eu quero ser igual a você quando eu crescer.


    • O(a) autor(a) revelação:
    Douglas Adams (O Guia do Mochileiro das Galáxias). Eu nunca tinha lido, e comprei num momento de loucura, sem pensar muito, só porque vi a promoção, e achei bonito (sim, eu julgo o livro pela capa, me crucifiquem). Então eu nem de longe esperava gostar tanto do estilo de escrever do cara. Foi revelação, literalmente.
    • O melhor livro nacional:
    Gente, não li nada nacional esse ano. Que absurdo.
    • O melhor livro que li em 2010:
    Eu escolho O Hobbit. Esse ano, ele foi o melhor em todos os sentidos. Até bonito ele é, com ilustrações e tudo. E como eu já disse, muito bacana de ler, mesmo quando você já sabe a história. E olha que eu li muitas coisas boas esse ano. Acho que foi o ano que eu mais li, quem sabe?

    Por fim, uma lista dos livros que eu li esse ano:

    O Senhor dos Anéis: A sociedade do anel; As duas Torres; O Retorno do Rei.
    O Hobbit.
    O Guia do Mochileiro das Galáxias; O restaurante no fim do universo; A vida, o universo e tudo mais; Até mais e obrigado pelos peixes; Praticamente inofensiva.
    As brumas de Avalon: A senhora da Magia; A Grande Rainha; O Gamo-Rei; O Prisioneiro da Árvore.
    Alice no País das Maravilhas e Alice no País do Espelho.
    Orgulho e Preconceito.
    Melancia.
    Tamalho 42 não é gorda e Tamanho 44 não é gorda também.
    A Mediadora, todos os 6, eu não lembro o nome de cada um deles agora.

    Bom, esse foi meu 2010 em termos de livros. E vocês, leram o quê?
    |


  2. 3 comentários:

    1. AlexGoblin disse...

      Você tem a edição antiga do Guia com as capas legais? Ou achou bonitas as capas novas?

      Vou te recomendar um livro nacional pra ler em 2011: A Batalha do Apocalipse, de Eduardo Spohr. Leia e me conte o que achou. ;)

    2. Tuíla disse...

      Eu tenho a edição mais nova do guia, eu gostei das capas também. Mas admito que a antiga, com o título grande e amarelo eram mais bonitas.

      Nome do livro anotado, já vi nas livrarias esse. Vou ler e te digo.

    3. Marina disse...

      Lendo todos os teus posts não pude deixar de comentar nesse, uma vez que vi você falando de Orgulho e Preconceito e Elizabeth Bennet.. oh céus! eu já perdi as contas de quantas vezes assisti esse filme: com legendas, sem legendas, dublado.. De todas as maneiras! Como a sua pessoa está sempre mil anos luz à minha frente em matéria de literaturaS, por exemplo, ainda não li o livro (confesso), mas já fiquei muito tentada quando o vi na Leitura. Te amo prima.. Seu blog está me propiciando momentos mágicos durante minha jornada de trabalho, acredite.
      Beijão